Glúten, D. Autoimunes e Tiroidite de Hashimoto

O que é o glúten?

ainda hoje é um tema controverso e confuso para algumas pessoas.
hoje escrevo sobre este tema para trazer um pouco de mais informação e clareza sobre o que é o glúten e sua relação com muitos tipos de desequilíbrios, como as d. autoimunes onde se inclui a tiroidite de hashimoto – th e outras patologias a e não apenas a doença celíaca.
o glúten inclui um conjunto de proteínas individuais que se encontram nos cereais e se dividem em poliaminas ou prolaminas e gluteninas. cada tipo de cereal tem uma poliamina diferente, que são:

  • Trigo – gliadina 70%
  • Centeio – secalina 30-50 %
  • Cevada – hordeína 50%
  • Aveia – avenina 16%
  • Milho – zeína 55%
  • Arroz – orzeína 5%

Visto por este prisma todos os cereais têm poliaminas e portanto não se pode dizer que há cereais isentos de glúten. Mas como só algumas poliaminas são tóxicas para os celíacos generalizou-se a ideia de que os cereais sem estas poliaminas tóxicas seriam sem glúten onde inclui-se, geralmente, trigo, centeio e cevada (maioria das vezes aparece Aveia como sendo sem glúten).

No caso da aveia, após uma dieta sem glúten e reintrodução de alguns cereais a aveia costuma ser bem tolerável, até nos casos de D. autoimune e Celiacos. Contudo, ter-se-á que ter atenção aos produtos de aveia que deverão ter indicado “sem glúten”, que significa que não tem contaminação cruzada na fábrica de produção e embalamento com outros cereais, considerada mais segura nestes casos em que aveia não provoca sintomatologia e até tem propriedades benéficas a nível gastrointestinal.

CUIDADO COM OS PRODUTOS SEM GLÚTEN!!!!

Optem por opções naturais saudáveis, alimentos verdadeiros, em vez de pacotes e produtos processados sem glúten que a maioria não tem glúten, mas tem aditivos, conservantes, melhorantes, gorduras hidrogenadas ou trans, excesso de açúcar, entre outros anti nutrientes tóxicos ao Organismo!

EXISTEM BOAS OPÇÕES NATURAIS COMO: TRIGO SARRACENO, TEFF, QUINOA, AMARANTO, ARROZ BASMATICO, ENTRE OUTROS.

A maioria dos produtos processados das crianças sem glúten podem ser ricos em açúcar ou pouco variados apenas com farinha de arroz e milho ou soja, o que não nutre e pode, num consumo excessivo, prejudicar a função tiroideia desde bebé.

RELAÇÃO DO GLÚTEN E TIROIDE DE HASHIMOTO (ENTRE OUTRAS D. AUTOIMUNES)

O “Pão que Jesus Cristo comia não é o Pão que comemos agora” este pão atual tem cerca de 400 xs mais glúten segundo alguns médicos que sigo e além disso este alimento vicia devido a vários mecanismos como aumentar adrenalina e é rico em anti nutrientes.
A Gliadina do Trigo é a mais estudada e problemática pois encontra-se facilmente na alimentação e o Trigo tem outros anti nutrientes como as lectinas, fibras insolúveis (que podem “irritar” a mucosa), entre outros que impedem absorção dos outros nutrientes.

O Glúten o que faz é quebrar uma ligação entre os enterócitos (células dos intestinos), chamada de Zonulina, e entra no sistema sanguíneo sem ser degradado. O intestino fica permeável e começa a deixar entrar proteínas sem serem digeridas e absorvê-las na forma ideal, simples, de aminoácidos.
Como esta proteína, glúten, entra no sangue inteira o nosso sistema imune deteta como um corpo estranho e começa a produzir auto anticorpos para “atacar” o Glúten.

Acontece que na Tiroide nós temos uma proteína que é a Tireoglobulina ou tereoperoxidase – TPO que tem a mesma cadeia de aminoácidos que o glúten. Assim os anticorpos vão atacar também a tireoglobulina desencadeando a doença Tiroidite de Hashimoto, doença autoimune, que é causada por um aumento da permeabilidade intestinal.

A MAIORIA DESTAS DOENÇAS AUTOIMUNES SÃO CAUSADAS PELO O AUMENTO DA PERMEABILIDADE INTESTINAL (LEAKY GUT).

A maioria das nossas doenças começa e termina no intestino. Hoje em dias as pessoas têm alterações gastrointestinais e mesmo quando dizem que evacuam 1-2 xs ou até mais por dia, quando o ânus fica muito sujo significa que ainda não está a bem, deve-se passar o papel higiénico e não ficar sujo, que significa que temos uma microbiota saudável (exº os cães quando comem alimentação certa).

É necessário na TH tratar primeiro o Intestino através de um processo que consiste em retirar, repor, reequilibrar e por fim reavaliar. No final, adaptar a dieta de acordo com os alérgenios/ tolerâncias alimentares.
Também é importante uma boa mastigação, produção de sucos enzimáticos e para facilitar a digestão diminuindo a agressão das mucosas que já estão sensíveis.

Dê a sua opinião sobre esta notícia

This contact form is deactivated because you refused to accept Google reCaptcha service which is necessary to validate any messages sent by the form.